Especulações e Saídas clique aqui

Clube dos 13: Vasco deve continuar a receber R$ 21 milhões da TV

14/03/2006 às 01h01 - CLUBE

Ainda não houve mudança na divisão do dinheiro pago pela TV para exibição dos jogos do Campeonato Brasileiro. Nesta segunda-feira, o Clube dos 13 se reuniu para julgar um novo critério elaborado por duas empresas de consultoria, mas venceram aqueles que preferiam a fórmula em vigor. Uma nova assembléia será agendada para que o assunto possa, enfim, ser resolvido.

Hoje, os clubes integrantes do chamado primeiro grupo da entidade, Corinthians, São Paulo, Palmeiras, Flamengo e Vasco, recebem cerca de R$ 21 milhões do montante pago pela TV. O Santos tem direito a algo em torno de R$ 15 milhões, seguido de Grêmio, Internacional, Botafogo, Cruzeiro e Fluminense. Os demais integrantes do Clube dos 13 ficam com cotas inferiores.

O novo método elaborado pelas empresas de consultoria faria do Corinthians o clube com mais dinheiro a receber da entidade, à frente do Flamengo e, depois, dos outros grandes de São Paulo e Rio de Janeiro. Para o presidente do Clube dos 13, Fábio Koff, a nova fórmula não difere muito daquela já adotada. \"A metodologia usada está correta, é a mesma. Existem apenas algumas pequenas distorções e essas que ainda serão mais analisadas\", explicou.

As diferenças entre os dois sistemas serão revistas da maneira que propôs o presidente do Flamengo, Márcio Braga, na reunião desta segunda-feira. \"Os estudos das empresas servirão de subsídios para uma comissão a ser nomeada pelo Clube dos 13, para que se faça uma análise mais aprofundada de alguns temas\", indicou Koff.

Corinthians x São Paulo - Após perder o clássico para o São Paulo no domingo, o Corinthians esteve novamente em lado oposto ao do Tricolor nesta segunda-feira. O presidente do clube do Morumbi, Marcelo Portugal Gouvêa, era um dos que contestava o novo sistema de distribuição de cotas, que favoreceria o Timão. No fim, desceu satisfeito as escadas que levavam à sala de reuniões do Clube dos 13.

\"O São Paulo sai muito bem da reunião. Todas as colocações que o São Paulo quis fazer, ele fez. E a melhor solução foi aquela que o plenário acabou votando. É um trabalho difícil, que a comissão vai aperfeiçoar\", comentou Portugal Gouvêa, que criticou algumas das análises das empresas de consultoria, como o estudo sobre o Pay-Per-View.

Mas, pelas palavras do diretor da MSI, Paulo Angioni, o Corinthians não amargou outra derrota para o rival. \"Saio feliz. Houve um consenso nesta reunião e nós estamos, agora, aguardando a comissão se reunir. Aqui não houve indecisão nenhuma, no Corinthians é que continua indefinido\", avaliou, lembrando da dúvida sobre o novo técnico do time de Parque São Jorge.

O presidente do Clube dos 13 afastou qualquer hipótese de intriga ao enaltecer a paz que reinou no encontro desta segunda-feira. \"Todos saíram satisfeitos. Quem apostava em uma reunião muito tensa, muito brigada, viu uma reunião muito discutida, de nível e compreensão. O momento é mesmo de união\", concluiu Fábio Koff.

Fonte: Gazeta Esportiva.net