Contratação de Cano era mal vista pela gestão financeira do Vasco

20/01/2020 às 16h19 - FUTEBOL

A nota de Adriano Mendes, oficializando a saída da gestão do Vasco, confirma o que tem sido uma informação recorrente nas apurações: a própria contratação de Cano desagradou os defensores da austeridade financeira. A ideia era enxugar ao máximo os gastos no primeiro semestre. (+)

Na janela do meio de ano, contrataria-se jogadores, dependendo da necessidade, do desempenho da equipe sem reforços e sem renovações, levando-se em consideração a expectativa de uma melhora no fluxo de caixa no segundo semestre.

Em termos de manutenção na Série A, grande preocupação de Campello em 2020, acredito que a estratégia dos defensores da austeridade poderia ser bem sucedida. O problema é que no primeiro semestre há duas competições importantes, não só o Estadual: Sul-Americana e Copa do Brasil.

Fonte: Twitter de Bruno Marinho - Globo