Dinamite fala sobre programa de sócios "O Vasco é meu"

22/05/2009 às 05h47 - CLUBE

Declarações do presidente do Vasco Roberto Dinamite à Rádio Brasil na última 4ª-feira (20/05) sobre o programa de sócios \"O Vasco é meu\"

COMO FUNCIONA O PROGRAMA DE SÓCIOS \"O VASCO É MEU\"
\"Funciona com trabalho, credibilidade e muita determinação. Acho que é o momento de nós, vascaínos, botar para fora essa vontade e esse desejo de ajudar o Vasco da Gama. Acho que o Vasco é todos nós. Mais do que nunca, é o momento de nós mostrarmos realmente a nossa força. Acho que o Vasco tem tudo para conquistar um número significativo de associados. Quem sabe, a meta e o desejo é que em futuro bem próximo a gente possa estar atingindo quase cem mil sócios. Queremos chegar lá perto do Barcelona e do Real Madrid. E temos torcida para isso. Nós temos, mais do que nunca, que dar condições para que esse torcedor se sinta bem dentro de São Januário e que ele tenha a certeza de que está sendo feito um trabalho não de curto prazo, mas um trabalho de longo prazo, no sentido de a cada momento elevar a auto-estima desse torcedor do Vasco, e a cada momento elevar o nome do Club de Regatas Vasco da Gama. É nesse sentido. Acho que hoje há essa demonstração na vinda do governador [Sérgio Cabral Filho] e do prefeito [Eduardo Paes], que são também vascaínos. Essas pessoas simbolizam mais de 15 milhões de torcedores do Vasco. São pessoas com muito tempo no dia-a-dia, que estão aqui, mais do que nunca, nessa demonstração de incentivo e apoio ao Vasco da Gama. Acho que esse momento hoje é um momento único para mim, no sentido de abrir as portas para que o torcedor do Vasco, a pessoa mais simples possível, mas, acima de tudo, um vascaíno, possa ter esse direito de ser sócio do Vasco, ter a sua carteirinha de sócio, estar aqui dentro de São Januário, ser tratado com o maior respeito e o maior carinho. Como vamos tratar o governador do Estado e o prefeito, nós vamos tratar esse cidadão comum, no dia-a-dia, que venha aqui a São Januário. É isso que nós queremos. É essa a história do Vasco, e é isso que nós queremos mostrar e colocar em prática no dia-a-dia. Não adianta a gente só fazer um discurso. Na prática, seja a imprensa, seja o torcedor, seja um adversário, vai ter, por parte do Club de Regatas Vasco da Gama e das pessoas que hoje estão dentro do Vasco, o respeito. As pessoas só respeitam quem é respeitado. Se você tratar bem as pessoas, as pessoas vão te tratar bem. Acho que é por aí.\"

VASCO TER MENOS DE MIL SÓCIOS
\"Acho que em razão, ficou claro, da insatisfação de muitas dessas pessoas. Muitos deixaram de pagar. Outros, que gostariam de entrar. Eu posso dizer para você. Quando eu digo que hoje é um dia especial, é porque eu acho que essa foi a cobrança maior do torcedor do Vasco. Ela queria e pediu, sim, um time forte. Mas cada vez que ele pedia um time forte, duas vezes ele pedia para abrir, para que ele pudesse ser sócio, contribuir com o Vasco e estar aqui dentro do clube. Acho que essa foi a coisa que eu tive, nesses nove meses, dez, quase um ano, a cobrança maior. \"Eu quero entrar de sócio e eu quero ajudar o Vasco\". Acho que esse é o momento de nós mostrarmos isso e dar essa condição para esse associado, hoje torcedor, dele fazer parte dessa história do Vasco da Gama.\"

www.ovascoemeu.com.br

Fonte: Netvasco