Especulações e Saídas clique aqui

Ex- Vasco, Allan pode ser negociado para o PSG na próxima janela

10/11/2019 às 08h46 - IMPRENSA

Segundo o jornal “La Gazzetta Dello Sport”, ladrões furtaram a casa do volante Allan, do Napoli. Nada de muito valioso foi roubado, com os ladrões deixando inclusive um saco com cerca de 10 mil euros para trás. De acordo com a publicação, o jogador e seus familiares nada sofreram.

No entanto, o incidente deixou a imprensa italiana com uma pulga atrás da orelha. Tudo aconteceu poucos dias depois do elenco do Napoli se rebelar contra a concentração excessiva imposta pelos dirigentes do clube, fato que deixou os cartolas e organizadas revoltados.

Após a derrota para Roma na semana passada, o grupo foi obrigado a ficar concentrado até o jogo deste domingo contra o Genoa. No entanto, após o empate de 1 a 1 com o Salzburgo, pela Liga dos Campeões, na última terça-feira, o elenco bateu de frente com a diretoria e disse que não ficaria mais concentrado.

Segundo a “Gazzetta”, Edoardo De Laurentis, vice-presidente do Napoli e filho de Aurelio, dono do clube, foi ao vestiário e discutiu com o capitão Lorenzo Insigne. O atacante, apoiado por nomes como Mertens e Callejón, comunicou a decisão dos atletas de retornarem às suas casas. Neste instante, Allan, segundo o jornal, foi um dos mais exaltados e precisou ser contido. O brasileiro, que não saiu do banco contra Salzburgo, teria dito ao filho do "chefe": "Enfie seu dinheiro no...".

Em nota oficial, o Napoli disse que "fará tudo o que estiver ao seu alcance para proteger seus interesses econômicos, bens, direitos de imagem e interesses disciplinares".

No treino da última quinta-feira, alguns torcedores vaiaram asperamente e xingaram Allan, Insigne e Callejón. De acordo com o portal “Football Italia”, Allan, que não foi relacionado para o duelo contra o Genoa neste fim de semana por estar machucado, pode ser negociado na próxima janela. O mesmo vale para Callejón. No caso do ex-vascaíno, o PSG seria o destino.

Fonte: GloboEsporte.com