Marcelinho e a polêmica da cabeleira no Vasco

30/09/2006 às 06h07 - FUTEBOL

Os cabelos longos estão em baixa no Vasco. Pelo menos, se depender da diretoria a moda no clube é usá-los curtos e de forma bem comportada. Que o digam o recém-contratado Marcelinho e o atacante Fábio Júnior. O baiano, que veio do Confiança com status de artilheiro da Série C, foi , digamos, convidado a cortar a longa cabeleira, a moda Ronaldinho Gaúcho, que usava desde 2004.

Ontem à tarde, o jogador cedeu aos argumentos apresentados e cortou o cabelo, a contragosto. Com Fábio Júnior não foi diferente.
Quando chegou do Madureira a São Januário, o atacante ostentava trancinhas rastafari com coloridas continhas na ponta, visual para lá de fashion. Mas poucos dias depois, as continhas deram lugar a um cabelo bem mais curto.

O mais engraçado é que o técnico Renato Gaúcho, na época em que jogava futebol, também ostentava uma vasta cabeleira, que nunca atrapalhou o seu rendimento nos gramados.

A norma vascaína vai até contra a mitologia bíblica. Sansão, dono de força sobre-humana, capaz até de rasgar um leão ao meio, de enfrentar exércitos e mais exércitos de inimigos, não tinha a força depositada em sua longa cabeleira ?

http://jsports.uol.com.br/portal/processa.php?modulo=montasecao&secao=4&materia=12663

Fonte: Jornal dos Sports