Oposição tenta impedir reunião do Conselho Deliberativo, sem sucesso

28/04/2009 às 21h43 - CLUBE

A reunião do Conselho Deliberativo do Vasco ocorre na noite desta terça-feira, na sede náutica da Lagoa. A oposição não conseguiu a liminar para impedir a realização da mesma.

A situação conseguiu o quórum mínimo de 53 presentes para da início a sessão. Desta forma, cerca de 30 conselheiros ligados à oposição, que decidiram não participar, fazem um protesto no lado de fora do local.

Os principais líderes da oposição, o ex-presidente cruzmaltino Eurico Miranda e o candidato derrotado à presidência Amadeu Pinto da Rocha, não compareceram.

Desta forma, a reunião marcada para votar o balanço da diretoria relativo ao ano de 2008.

Segundo a oposição, na reunião do Conselho de Beneméritos, na parte da tarde, em São Januário, foi pedida a não avaliação do documento, mas os beneméritos têm apenas poder de sugerir, não de decidir.

Ainda de acordo com os opositores, a situação desrespeitou o prazo de cinco dias úteis para enviar o balanço para avaliação dos conselheiros e apresenta números equivocados.

TUTELA ANTECIPADA

Uma oficial de justiça esteve nesta terça-feira na sede náutica da Lagoa para entregar a decisão da 37ª Vara Cível concedendo tutela à oposição, considerando uma possível controvérsia na votação do Conselho Deliberativo do Vasco, no dia 30 de dezembro de 2008, que definiria o tempo do atual mandato do presidente Roberto Dinamite.

A decisão da Justiça impede que a ata em questão seja deliberada na reunião desta terça-feira no Conselho Deliberativo.

PRESIDENTE VOLTA

O presidente do Conselho Fiscal do Vasco, Hercules Figueiredo, que havia se licenciado do cargo na última reunião do Conselho Deliberativo, retornou ao cargo nesta terça e foi hostilizado pelos conselheiros de oposição presentes à sede da Lagoa.

Fonte: Lancenet!