Presidente do CSA fala sobre Jordi: 'Tem proposta de outros clubes'

10/12/2019 às 11h15 - FUTEBOL

Após anunciar o nome de Maurício Barbieri para comandar o CSA na temporada 2020, a direção azulina agora projeta a formação do elenco. Além de jogadores, o clube também deve trazer um diretor executivo de futebol. Conversas sobre renovações estão em andamento. Uma lista de reforços também está sendo montada.

Presidente do CSA, Rafael Tenório falou com o GloboEsporte.com na manhã desta terça-feira e confirmou que algumas negociações estão sendo tratadas, inicialmente com jogadores que disputaram o Brasileirão. Sobre reforços, o dirigente foi cauteloso e apenas disse que atletas já foram contactados.

- Nós já conversamos com vários jogadores: indicações do treinador e do departamento de futebol. Temos jogadores já apalavrados, mas precisamos de um pré-contrato... Eu gosto de trabalhar com pessoas que venham com novas ideias, estudiosas, porque o futebol está moderno e mudou muita coisa. Por isso, eu prefiro uma nova dinâmica, com novos treinadores. Eu acredito que o Maurício (Barbieri) vai fazer um ótimo trabalho aqui e a nossa ideia é para a temporada inteira de 2020.

Dos nomes que vestiram a camisa do CSA no Brasileiro, Rafael disse que alguns interessam ao clube para 2020 e revelou que os goleiros Jordi e João Carlos, e o atacante Ricardo Bueno não ficam para a próxima temporada.

- O Jordi está retornando para o Vasco e tem proposta de outros clubes. O João Carlos, nós fizemos uma proposta, mas ele preferiu ir para o Cuiabá. O Ricardo Bueno tinha contrato com o CSA, mas foi liberado porque ele quer jogar a Série A em 2020 - revelou Rafael Tenório, que ainda comentou sobre o atacante Alecsandro.

- O Alecsandro está machucado e nós temos a obrigação de tratar do jogador. Vamos fazer um contrato com ele até o termino do Campeonato Alagoano porque ele já deve está recuperado e pronto para jogar. Dependendo do desempenho dele, nós podemos pensar numa continuidade do contrato.

Renovações

- Já fizemos uma proposta para o Castán, acredito que vamos renovar com ele;
- Fizemos uma proposta para o Apodi;
- O Rafinha também foi contactado e feito uma proposta, inclusive ele já deu a palavra;
- O Dawhan, nós vamos fazer uma proposta hoje (terça-feira);
- O Alan Costa também vamos fazer uma proposta, mas eu acredito que será difícil;
- O Jordi está retornando para o Vasco e tem propostas de outros clubes;
- O João Carlos, nós fizemos uma proposta, mas ele preferiu ir para o Cuiabá;
- O Ricardo Bueno tinha contrato com o CSA, mas foi liberado porque ele quer jogar a Série A em 2020;
- O Alecsandro está machucado e nós temos a obrigação de tratar do jogador. Vamos fazer um contrato com ele até o termino do Campeonato Alagoano, porque ele já deve está recuperado e pronto para jogar. Dependendo do desempenho dele, nós podemos pensar numa continuidade do contrato.

Reforços

- Nós já conversamos com vários jogadores: indicações do treinador e do departamento de futebol. Temos jogadores apalavrados, mas precisamos de um pré-contrato. Estamos conversando e tentando uma parceria com grande clubes do futebol brasileiro. Já conversamos com a diretoria do Flamengo para mantermos essa parceira e o pessoal do Flamengo vai indicar alguns nomes. Conversamos com o departamento de futebol do São Paulo para que eles também possam nos emprestar alguns jogadores que não serão utilizados. Então, nós estamos nos aproximando desses clubes para baratear e qualificar o nosso elenco.

Maurício Barbieri

- Nossa comissão técnica sempre foi escolhida por mim. Eu busco as informações, eu gosto de trabalhar com inovações e gosto de quebrar paradigmas, que é de trazer profissionais que nunca trabalharam aqui em Alagoas. Assim foi com o Oliveira Canindé, o Ney da Matta, com o Marcelo Cabo, que nunca tinham trabalhado aqui, agora será com o Maurício Barbieri, que é um jovem estudioso. Eu gosto de trabalhar com pessoas que venham com novas ideias, estudiosas, porque o futebol está moderno e mudou muita coisa. Por isso eu prefiro uma nova dinâmica, com novos treinadores. Eu acredito que o Maurício (Barbieri) vai fazer um ótimo trabalho aqui e a nossa ideia é para a temporada inteira de 2020.

Executivo de futebol

- Nós estamos buscando informações desse profissional porque eu sempre digo que vamos passar uma procuração pra ele. Nós temos hoje um analista de desempenho, mas a nova comissão técnica também vem como um analista de desempenho, que é mais uma novidade para nós, porque geralmente as comissões técnicas são compostas pelo treinador, o preparador e o auxiliar dele.

Aprendizado na Série A

- É sempre importante se tirar o lado positivo, o negativo todo mundo enxerga. Desde o início eu dizia que não faria loucura nem entraria em desespero quando o barco começar a se perder. Nós sabíamos disso quando virou o primeiro turno e tínhamos poucos pontos conquistados. A torcida estava preocupada, mas eu não ia fazer o loucura e contratar jogadores com salários altíssimos e que não viessem para resolver. No próximo ano, nós vamos montar a equipe com muito critério, com convicção do que estamos fazendo. A parte positiva é que nós quitamos o passivo trabalhista do clube, com os recursos que nós recebemos da Série A, nos capitalizamos, investimos na infraestrutura do clube, compramos agora um ônibus modelo 2020 e adquirimos um veículo para o nosso departamento administrativo. Investimos em equipamentos para o CT e ainda ficamos com parte desse recurso para melhorar e dá uma qualidade melhor a nossa equipe já que sabemos quanto é a receita bruta que vamos ter na Série B, que corresponde a 20% da Série A.

Planejamento

- Quem teve um bom planejamento e deu sorte, porque precisa também ter sorte, podemos citar o exemplo do Fortaleza, que terminou na primeira parte da tabela, em 9º lugar, e com mais três pontos o Fortaleza estaria na Libertadores. O Goiás e o Bahia, que fizeram campanhas maravilhosas, e estão na Sul-americana. Com mais alguns ajustes, nós ficaríamos na Série A. A tendência desses clubes que estão organizados é crescer... O CSA está descendo estruturado e é uma questão somente de voltar. Ano que vem retornamos para a Série A... O CSA na Série A divulgou o estado de Alagoas e isso é um orgulho para o clube e para a nossa torcida.

Temporada 2020

- Nós vamos passar pela Série B para voltar para a Série A em 2021: esse é o grande projeto. Nós conhecemos a competição, trouxemos grandes clubes do futebol brasileiro para jogar aqui no Rei Pelé e divulgar o estado de Alagoas. Hoje o CSA é reconhecimento não só nacionalmente como internacionalmente também.

Pré-temporada

- Eu acredito que vamos iniciar nossa pré-temporada no Mutange. Nós vamos iniciar no dia 6 (de janeiro) e tem menos de 30 dias. Dificilmente o Nelson Feijó ou outro campo estará em condições de nos receber para a pré-temporada. Vamos discutir esses detalhes com a Braskem para que possamos definir o dia de sairmos do Mutange e o Nelsão esteja pronto.

Fonte: GloboEsporte.com