Romário: "O gol mil tem de ser em um clássico"

23/12/2006 às 02h14 - FUTEBOL

No Iate Clube Jardim Guanabara, na Ilha do Governador, onde participa da tradicional pelada de fim de ano entre artistas, jogadores e ex-atletas, Romário parecia já falar novamente como jogador do Vasco. O Baixinho, que retornou da Austrália após uma passagem apagada pelo futebol do país, afirmou que deseja fazer o milésimo gol no Maracanã, assim como quer o presidente do Vasco, Eurico Miranda.

No entanto, o dirigente quer que a festa seja sobre o arqui-rival Flamengo. Mas para o Baixinho, o milésimo tem de sair no Maracanã e contra qualquer adversário tradicional do Rio de Janeiro.

- Sonho em fazer o gol mil no Maracanã. Só que o mais importante é que seja contra um grande clube do futebol carioca. Poderia ser contra o Botafogo, Flamengo ou Fluminense sem problema algum - diz o Baixinho, que revelou ter conversado com Eurico a fim de definir quando poderá retornar a São Januário.

Durante a visita da cúpula vascaina à Academia Militar das Agulhas Negras (Aman), em Resende, local da pré-temporada da equipe, o dirigente afirmou que Romário só voltará quando estiver faltando dois ou três gols para o milésimo. Mas se depender da vontade do jogador, ele está disposto a jogar muito mais pelo Vasco.

- Nos falamos rápido nesta quinta-feira e ficamos de nos encontrar na próxima semana. Vamos conversar ainda mais. Minha vontade é jogar todas as partidas possíveis. Mas se o presidente falou, só nos resta esperar para ver o que vai ficar decidido - comenta Romário.

Fonte: GloboEsporte.com