Santos questiona CBF sobre liberação de Talles Magno; entenda

18/08/2019 às 08h28 - FUTEBOL

Convocado pela seleção brasileira de base, Talles Magno, do Vasco da Gama, está liberado pela Confederação Brasileira de Futebol para participar do clássico de hoje (17) contra o Flamengo. Por meio de nota oficial, o Santos pediu esclarecimento da CBF e reclamou que a entidade não teve a mesma postura com Rodrygo, ex-jogador do clube, e Kaio Jorge, quando ambos foram convocados pela seleção de base e impedidos de atuar pela equipe paulista. 

"Convocado para um compromisso de Base da Seleção Brasileira fora da data Fifa, assim como o agora ex-atleta Rodrygo, do Santos FC, Talles, que não foi desconvocado, recebeu prontamente do STJD respaldo para que não haja punição em eventual escalação no Campeonato Brasileiro", disse o clube em nota oficial. 

Convocado pela seleção sub-17, Talles não foi desconvocado para período de dois amistosos contra o Chile, mas o Vasco conseguiu liminar no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) permitindo com que o jovem atacante estivesse liberado para atuar contra o Flamengo sem possível punição. 

Em nota oficial, o Santos afirma haver "juízo de valor" entre o clube e o Vasco, já que o Santos, em duas ocasiões, não conseguiu a liberação de seus jogadores convocados por categorias de base da seleção brasileira. 

"O Peixe aguarda esclarecimento da alta corte desportiva quanto a este evidente juízo de valor com relação às duas agremiações", escreveu o Santos. 

O clube afirma que Rodrygo, convocado pela seleção sub-23, "sequer teve o mérito de seu caso analisado", e que a decisão prejudicou o Peixe "diante de um rival, o Corinthians, além de ter contribuído para uma eliminação na Copa do Brasil". O clube ainda cita o nome de Kaio Jorge, que, em julho, também não foi desconvocado e ficou impedido de atuar pelo clube no Brasileirão. 

Confira na íntegra a nota oficial do Santos: 

O Santos Futebol Clube vem a público manifestar incompreensão diante de clara contradição envolvendo o Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) e o caso do atleta Talles, da equipe do Vasco da Gama. 

Convocado para um compromisso de Base da Seleção Brasileira fora da data Fifa, assim como o agora ex-atleta Rodrygo, do Santos FC, Talles, que não foi desconvocado, recebeu prontamente do STJD respaldo para que não haja punição em eventual escalação no Campeonato Brasileiro. 

Rodrygo, na ocasião convocado para defender a Seleção Sub-23, sequer teve o mérito de seu caso analisado, apesar de o recurso ter sido solicitado com bastante antecedência. O diferente tratamento nos dois casos beneficiará o atleta vascaíno, que poderá jogar o clássico contra um rival, mas prejudicou o Peixe também diante de um rival, o Corinthians, além de ter contribuído para uma eliminação na Copa do Brasil. 

Situação semelhante ocorreu também com o atleta Kaio Jorge, que, quando não desconvocado, ficou impedido de ser relacionado para os jogos do Santos FC no Campeonato Brasileiro. 

O Peixe aguarda esclarecimentos da alta corte desportiva quanto a este evidente juízo de valor com relação às duas agremiações. 

Fonte: UOL