Vasco pode perder R$ 14 milhões por ano graças a Eurico

30/09/2006 às 05h14 - FUTEBOL

Milhões de reais podem escorrer pelo ralo de São Januário caso o Vasco não seja incluído na Timemania. Como foi informado ontem no LANCE!, o clube, mesmo querendo - Eurico Miranda afirmou que se não houver restrições dos gastos com o dinheiro recebido, ele aceita -, não poderá aderir à loteria se não houver mudanças na lei 11.345/06 (da Timemania) até o dia de sua regulamentação (a lei diz que nenhum dirigente de clube pode sofrer condenação criminal em qualquer instância, o que acontece com Miranda). Assim, o Vasco perderá cerca de R$ 3,5 milhões por ano, diz o Ministério do Esporte. A previsão da Caixa Econômica Federal para o primeiro ano é de arrecadação bruta de R$ 500 milhões.

O percentual destinado aos clubes é de 22%, sendo que, deste dinheiro, 65% será distribuído por igual para os clubes da Série A. Dividindo esse valor final por 20 (R$ 3.575.000), dá o quanto o Vasco perderá se ficar fora - explicou Marco Aurélio Klein, diretor do Ministério do Esporte.

Outra perda de receita do Vasco está relacionada à questão de patrocínio, já que o clube está há seis anos sem um parceiro. Especialistas em marketing esportivo estimam que o Vasco deixa de ganhar cerca de R$ 10 milhões por ano, assim.

- O Vasco estaria vendendo sua imagem por um valor entre R$ 9 milhões e R$ 11 milhões por ano. O clube é o segundo maior do Rio e, por isso, receberia um valor alto explicou Fábio Wolff, diretor de marketing da Wolff Sport, empresa que tem parcerias com Figueirense, Paraná, Fortaleza, Bahia e Vitória.

Wolff disse que não é normal que o Vasco fique sem patrocínio por tanto tempo. Pior: é estranho que isso aconteça desde 2000.

- Algum receio os patrocinadores devem ter com relação ao clube - completou o especialista.

O presidente do Vasco, Eurico Miranda, garante que a falta de um patrocinador se dá única e exclusivamente pelo fato de o clube nunca ter chegado a um acordo de valores com as empresas interessadas.

- Não existem motivos ou especulações. O Vasco está sem patrocínio pois os valores que foram oferecidos a mim nunca estiveram à altura do meu clube. O motivo é esse e ponto - explicou o dirigente.

Fonte: Lance